Feliz e você?

Ontem fui parabenizar um amigo pelo seu aniversário, desejei felicidades, saúde e tudo bom. Depois fiquei pensando que desejar felicidade já virou clichê. A primeira resposta quando alguém te pergunta o que quer da vida é: ser feliz. Mas você já parou para pensar em como pode ser totalmente feliz?

O que é felicidade? É a expectativa de um ótimo dia? Um salário maior? A esperança de uma vida melhor? Esperar um grande amor? Acredito que todos buscam, mas poucos conseguem encontrar. Pequenas coisas me fazem imensamente feliz. Acordar todos os dias e ver minha família reunida é maravilhoso, o abraço e o sorriso da minha sobrinha demonstrando que me ama, o sol brilhante e a noite, o céu estrelado, ler a bíblia, poder ajudar os outros que precisam ou simplesmente beber um copo de água bem gelado, quando estou com muita sede.

Com o tempo vamos adquirindo experiência para nos libertarmos da falsa felicidade e encontrar a real felicidade. Sim, falo com experiência. Antes, eu pensava que passar a noite bebendo com algum amigo me trouxesse felicidade. E hoje vejo que era uma falsa felicidade. Muitos desses amigos só se importavam com seus próprios umbigos e eu, com toda paciência do mundo, ouvia a noite toda, inclusive quando me criticavam. Quantas vezes, nessas noites eu pensava sozinha que seria a ultima vez que faria isso? É engraçado falar disso, pois todas às vezes eu acabava chateada, mas escondia e mesmo assim, no final de semana seguinte, acabava repetindo a mesma burrada. Não sei explicar o porquê, talvez por medo da solidão, de ficar sem amigos. Onde eu estava com a cabeça?

Conheço pessoas que são felizes com coisas que eu não seria. Encenam, criam mundos e mentiras e tem consciência disso, mas fazem questão de falar e mostrar o contrário. Isso é cruel de ver, principalmente se for com alguém que gosto. Para esse tipo de gente, ninguém é mais perfeito, embora todos saibam que tudo neles é imperfeito. Eu tento entender que às vezes é realmente mais fácil viver uma falsa felicidade do que uma dura realidade.

Ninguém se lembra de desejar bom dia, de ligar para um amigo distante, ensinar algo para alguém, de sorrir ou dar um abraço no seu irmão todos os dias. Perceba no seu dia a dia. Observe cada atitude. Ignoramos diversas coisas e queremos de algum modo a felicidade.

A felicidade está o tempo todo dentro de nós mesmos. Não faça de um problema maior do que ele realmente é, porque Deus não nos dá um fardo que não possamos carregar. Se você passa por alguma dificuldade é porque você tem capacidade para superar. Vamos parar de nos estressar com coisas pequenas. O mundo não vai parar de girar porque estamos infelizes. Busque a felicidade dentro de si, se você não encontrar, busque de novo e veja que você existe! Deus te criou perfeito e único. Quer coisa melhor?

Meu twitter: http://twitter.com/laliquinha



Injetado por Take Care! às 19h25
[ ] [ envie esta mensagem ]



Se acredita, tenta...

Se você sabe respeitar seus limites e não extrapola, no que for o assunto, tudo da certo. Tudo é dosado, tudo tem seu tempo. Alguns sonham em casar e ter filhos, outros não estão nem ai. Alguns são hipocondríacos, outros fogem de remédios. Alguns amam seu trabalho como se fosse à melhor coisa do mundo, outros trabalham apenas para o sustento. E tantos outros exemplos que poderia passar a tarde citando.

 

Diferenças entre as pessoas existem e agradeço sempre a Deus por isso. Já pensou que chato seria viver em um mundo onde tudo é igual? O único problema é saber lidar com as pessoas na forma de pensar, sentir e agir. Muitas vezes esperamos tanto dos outros, que acaba virando uma frustração. Sou prova viva disso. Eu sempre espero demais das pessoas e acabo criando uma ilusão, que em pouco tempo, vai para o lixo e causa dor no coração.

 

Devemos compreender e aceitar a nossa própria diferença, antes de qualquer coisa e utilizar bastante o nosso cérebro – presente que Deus nos deu para pensar, questionar, rever conceitos, acreditar na felicidade do nosso jeito. Cada pessoa tem uma história de vida própria, que somente por ela foi experimentada. Os seus sentimentos são só seus. Você é um ser singular. A forma como você encara um desafio, por exemplo, é diferente de outra pessoa.

 

Cada pessoa é única no mundo e você não deve se culpar por não ser como o outro quer que você seja. Reconhecer que nem sempre atenderemos as expectativas dos outros ou que podemos errar é excelente para percebemos que não é difícil conviver com o diferente. O difícil mesmo é pararmos de agir como se o outros fosse nossa extensão, como se tivessem os mesmos pensamentos.

 

Por falta de pensar direito na própria vida, muita gente vive infeliz. Gente para criticar e julgar é o que não falta. Tentam nos convencer de que estamos errados, mesmo sabendo que não existem regras ou formulas para a felicidade. E na maioria das vezes seguimos apenas para nos adequar ao que as pessoas esperam, para mais uma vez, não decepcioná-las. Realidade é uma palavra que poucos gostam. Porque simplesmente não sabemos lidar com ela.

 

Essa é só minha opinião. E desejo uma boa dose de realidade para todos. Que possamos entender e ser mais tolerantes com a vida e com as outras pessoas, que são capazes de ser tão legais e tão idiotas ao mesmo tempo. Se alguém afirmar que sabe o que é melhor e você acreditar, mergulha! Mas sempre preparado para se arrepender, afinal, cada um é cada um.



Injetado por Take Care! às 17h40
[ ] [ envie esta mensagem ]



[ ver mensagens anteriores ]
 
Take Care




Ana Flávia. Jornalista. Não sou uma pessoa interessante, muito menos apaixonante. Sou grossa e às vezes estúpida. Ao contrário do que possa parecer, eu não sou ranzinza. Sou alegre. Gosto de ser exclusiva. Um pouco possessiva. Sou meio Bridget Jones. Pouquíssimas pessoas me entendem. Muitos amigos. Alguns desafetos. Faço amizade com certa facilidade. Me decepciono muito fácil com as pessoas. Adoro escrever. Adoro maquiagem. Tenho dez cachorros (Pit, Nina, Colin, Lola, Fofão, Mini, Pipito, Filhote, Deise e Rick). Amo os meus e todos os cães do mundo. Morro de medo de perder as pessoas que amo. Adoro ler. Leio bula de remédio, rótulo de qualquer coisa. Gosto de dormir e não gosto que desrespeitem meu sono. Eu gosto de dirigir com chuva. Geralmente amo muito mais do que devo. Vou de um extremo a outro com muita facilidade. Não gosto do orgulho das pessoas e muito menos do meu. Tenho TPM. Não gosto de gatos, nem de pombas. Odeio que me cutuquem. Adoro ar condicionado e ventilador. Cerveja com limão e sal. Adoro falar bobagens. Sou muito inconstante. Espero as coisas virem a mim. Muito raramente sou determinada. Eu falo alto. Amo fotografia. Adoro fazer aniversário. Detesto, com todas as minhas forças, andar a pé. Tenho muita alergia. Pouquíssimas pessoas me surpreendem. Às vezes sou influenciável. Preciso que as pessoas tenham paciência comigo. Tenho uma imaginação pra lá de fértil. Não gosto de decepcionar as pessoas. Uma lata de leite condensado me faz muito feliz.




Meu humor



Histórico
07/03/2010 a 13/03/2010
27/12/2009 a 02/01/2010
25/10/2009 a 31/10/2009
13/09/2009 a 19/09/2009
23/08/2009 a 29/08/2009
16/08/2009 a 22/08/2009
09/08/2009 a 15/08/2009
02/08/2009 a 08/08/2009
04/01/2009 a 10/01/2009
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
24/08/2008 a 30/08/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
25/11/2007 a 01/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
03/06/2007 a 09/06/2007
20/05/2007 a 26/05/2007
29/04/2007 a 05/05/2007
22/04/2007 a 28/04/2007
25/03/2007 a 31/03/2007
04/03/2007 a 10/03/2007
04/02/2007 a 10/02/2007
28/01/2007 a 03/02/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
14/01/2007 a 20/01/2007
07/01/2007 a 13/01/2007
31/12/2006 a 06/01/2007
24/12/2006 a 30/12/2006
17/12/2006 a 23/12/2006
10/12/2006 a 16/12/2006
03/12/2006 a 09/12/2006




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Museu das Bonecas
 Impossible
 Fina Flor
 O Livro dos Dias
 Pedro Freire
 Ouça Bem
 Tito Blog
 Landinho
 Elane Rebello
 quem matou a tangerina?