2000... INOVE...

2009. Quinto dia do ano e como de praxe, estou aqui para falar das minhas idéias, dos meus erros e das minhas metas.

Sinto que às vezes, vivo só de ilusões e sinto que em 2008, não agi, não fiz nada. Fico insegura com o silêncio, com a falsidade das pessoas, por me enganar demais. Eu espero tanto, vivo tanto e mesmo assim, sou incompleta. Faço tantos planos, tantas escolhas erradas, passo por tantos desafios e continuo parada no mesmo lugar.

Eu não quero ser uma pessoa vazia, sem planos, sem metas, que chora sobre o leite derramado, que tem medo de ser feliz com o que a vida oferece. Um grande desejo para 2009 é viver tranquilamente e assumir responsabilidades quando sentir que possuo segurança total.

Parar de conversar com a minha mente, pois a mesma sempre me ajuda em decisões muito erradas. Esquecer tudo que fiz de errado e tudo de errado que já fizeram comigo também estão nos meus planos. Simplesmente apagar tudo. Quero que, quando for preciso, respeitem os meus momentos. 

O assunto em questão aqui são as atitudes, certo? Não quero desanimar e ter que esperar 300 e poucos dias parar tomar uma atitude. Sei o que quero e sei o que posso. Às vezes, fico revoltada com a minha preguiça, minha falta de vontade, com as coisas errada que penso e faço. Por que apesar de ter tanto, sentir falta do que não tenho? Eu quase nunca faço coisas absurdamente erradas, uma cerveja aqui, outra acolá, e olhe lá. Porém, minha cabeça me obriga a exigir cada vez mais de mim mesma. Sou extremamente exagerada, é verdade.

Sou inteligente e ao mesmo tempo fraca, insegura e medrosa. De vez em quando tenho impulsos de vontades, vou e faço. Arrependimentos? Sim, muitas coisas que fiz e muitas coisas que deixei de fazer.

Eu não quero ver ninguém chorar, ninguém sem amar, ninguém sem acreditar. Eu quero diferença, mesmo que isso exija várias mudanças. Mudanças positivas ao corpo, a mente e a vida. Eu sei que a vida é feita de conseqüências, mas no final, a realidade é o que importa. Por isso, quero que as pessoas que amo vivam mais. Eu quero viver mais.

Quero parar de tentar agradar aos outros, de confiar em quem conheço, seja de anos ou de minutos. Quero abrir meu pensamento e encarar quem é verdadeiramente amigo. Quero aceitar os meus e os defeitos dos ‘amigos’. Não quero julgar e muito menos ser julgada. Quero ser aquela que não se importa com o que os outros vão pensar. Quero mais coragem, mesmo que isso valha a minha vida.

Fico admirada quando alguém gosta de mim de cara e presta atenção no que falo. Quero que gostem de mim pelo que sou e pelo que tenho a oferecer. Que lembrem de mim pela minha alegria, que sintam minha falta. Parar de me preocupar com as conseqüências, de parar de julgar minha felicidade, quero parar de acreditar que sempre vai faltar alguma coisa para ser completamente feliz. Quero ter paciência para diversas pessoas, dar mais valor às pessoas que gostam de mim de verdade e ser feliz com aquilo que tenho. Ser grata por todas as realizações que Deus proporciona na minha vida e na vida daqueles que amo.

Reconheço que mudei bastante e sei que muitas pessoas notaram isso. Claro que o orgulho, muitas vezes, nos impede de continuar no nosso caminho, mas só de reconhecer a mudança, acredito que seja muito válido. Parar de acreditar nos hipócritas e relevar tudo que acontece, dependendo das circunstâncias. Parar de ser enganada, de acreditar no que me falam. Quero apagar as pessoas que impedem que continuemos no nosso caminho, com seus pensamentos negativos e inveja, mas existem também, aquelas que torcem pela nossa vitória.

Quero dar bons conselhos, não me intrometer na vida alheia, ler ainda mais, ajudar organizações que cuidam de animais mal-tratados, quero limpar meu quarto, organizar minhas bolsas e roupas, quero arrumar um espaço para o meu artesanato. Quero escrever mais, ter coragem de ler tudo que escrevo, e voltar as minhas aulas de francês. Quero trabalhar com o que gosto e ser valorizada na profissão.

Parar de criticar as pessoas pela primeira impressão. Eu preciso parar de dar asas as discussões idiotas. Não quero pessoas que ficam lamentando ao meu lado. Quero tudo às claras e ser sincera até o ponto que a pessoa mereça.

Já falei de expectativas? Sim, eu quero parar com isso. De imaginar possíveis situações, possíveis momentos, inventar falsas desculpas, imaginar o que eu quero que aconteça. Não quero persistir em algo sem futuro e nem nas coisas impossíveis. Com tantos tombos que a vida já causou, posso falar com conhecimento, que sou uma pessoa que sente saudades, que não suporta dar um passo em falso. A vida realmente me ensinou e me mostrou diversos tipos de realidades, que me tornaram uma pessoa insegura e dependente de outras. Claro que tudo tem seu lado bom e seu lado ruim, e eu fico impaciente sem saber o que o futuro me reserva. Eu, realmente não tenho paciência para esperar. Fico aflita com várias coisas que passam pela minha cabeça. Não quero ser ansiosa. Tomar uma atitude em relação ao meu irmão também está nos meus planos. Eu o amo e não quero que nada lhe aconteça. Não vou deixar as pessoas se aproveitarem da minha mãe. Quero também que ela dê mais valor, assim como dou a ela.

Não quero perder ninguém do meu convívio. Realmente não estou preparada para isso. Admito, assumo e assino embaixo. Perder uma pessoa, há dois anos, que era muito importante para mim, me abala até hoje. Eu quero estar preparada para o que o futuro me reserva...

E sobre mentiras? Eu nunca mais vou mentir, por mais insignificante que seja a situação. Quero sempre falar a verdade, não importando se ofenda ou se incentive alguém. Só quero ser eu mesma e parar de me importar com o que os outros pensam. Quero acreditar só no que eu penso.

Quero ver o ano passar mais devagar e curtir todos os momentos. Também desejo esquecê-lo completamente e que alguém novo entre na minha vida (dá-lhe vestido vermelho na virada do ano!) e me aceite do jeito que sou. Eu, que não sou muito fã de pensamentos negativos, quero acabar com todos que rogaram para mim, pois sei que apesar de tudo, sou uma pessoa especial e que mereço ser feliz.



Injetado por Take Care! às 17h28
[ ] [ envie esta mensagem ]



[ ver mensagens anteriores ]
 
Take Care




Ana Flávia. Jornalista. Não sou uma pessoa interessante, muito menos apaixonante. Sou grossa e às vezes estúpida. Ao contrário do que possa parecer, eu não sou ranzinza. Sou alegre. Gosto de ser exclusiva. Um pouco possessiva. Sou meio Bridget Jones. Pouquíssimas pessoas me entendem. Muitos amigos. Alguns desafetos. Faço amizade com certa facilidade. Me decepciono muito fácil com as pessoas. Adoro escrever. Adoro maquiagem. Tenho dez cachorros (Pit, Nina, Colin, Lola, Fofão, Mini, Pipito, Filhote, Deise e Rick). Amo os meus e todos os cães do mundo. Morro de medo de perder as pessoas que amo. Adoro ler. Leio bula de remédio, rótulo de qualquer coisa. Gosto de dormir e não gosto que desrespeitem meu sono. Eu gosto de dirigir com chuva. Geralmente amo muito mais do que devo. Vou de um extremo a outro com muita facilidade. Não gosto do orgulho das pessoas e muito menos do meu. Tenho TPM. Não gosto de gatos, nem de pombas. Odeio que me cutuquem. Adoro ar condicionado e ventilador. Cerveja com limão e sal. Adoro falar bobagens. Sou muito inconstante. Espero as coisas virem a mim. Muito raramente sou determinada. Eu falo alto. Amo fotografia. Adoro fazer aniversário. Detesto, com todas as minhas forças, andar a pé. Tenho muita alergia. Pouquíssimas pessoas me surpreendem. Às vezes sou influenciável. Preciso que as pessoas tenham paciência comigo. Tenho uma imaginação pra lá de fértil. Não gosto de decepcionar as pessoas. Uma lata de leite condensado me faz muito feliz.




Meu humor



Histórico
07/03/2010 a 13/03/2010
27/12/2009 a 02/01/2010
25/10/2009 a 31/10/2009
13/09/2009 a 19/09/2009
23/08/2009 a 29/08/2009
16/08/2009 a 22/08/2009
09/08/2009 a 15/08/2009
02/08/2009 a 08/08/2009
04/01/2009 a 10/01/2009
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
24/08/2008 a 30/08/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
25/11/2007 a 01/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
03/06/2007 a 09/06/2007
20/05/2007 a 26/05/2007
29/04/2007 a 05/05/2007
22/04/2007 a 28/04/2007
25/03/2007 a 31/03/2007
04/03/2007 a 10/03/2007
04/02/2007 a 10/02/2007
28/01/2007 a 03/02/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
14/01/2007 a 20/01/2007
07/01/2007 a 13/01/2007
31/12/2006 a 06/01/2007
24/12/2006 a 30/12/2006
17/12/2006 a 23/12/2006
10/12/2006 a 16/12/2006
03/12/2006 a 09/12/2006




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Museu das Bonecas
 Impossible
 Fina Flor
 O Livro dos Dias
 Pedro Freire
 Ouça Bem
 Tito Blog
 Landinho
 Elane Rebello
 quem matou a tangerina?