E dá-lhe Vitamina C...

Há, mais ou menos, 15 dias eu comecei com uma gripe. Não sei direito de onde veio, pode ter sido do sereno de alguma noite, de algo gelado que tomei ou de alguma pessoa. Simplesmente, não sei. Até o começo dessa semana, eu estava bem melhor. Ontem, quinta-feira, a gripe voltou com força total. Corpo doendo, febre, dor de cabeça, espirros, espirros e mais espirros. Já não sei o que fazer. Se não melhorar até domingo, vou procurar um médico. Tenho medo de ser pneumonia.

Com isso, tenho ficado em casa, trocando o dia pela noite e acompanhando a olimpíada. Vocês estão acompanhando? O que foi aquele jogo de vôlei do Brasil contra a Rússia? Uma roubalheira só! E o Cielo? Muito legal! Em qual posição vamos terminar a Olimpíada? Quando vamos ganhar um ouro?

 

Muitas perguntas, poucas respostas. Amanhã tem show da Ana Carolina e eu nem estou (pasmem!) na empolgação de ir. Que essa fase passe, enfim. E que tudo de ruim desapareça e eu consiga ficar com apenas aquilo que me ensinou a ser melhor.



Injetado por Take Care! às 17h36
[ ] [ envie esta mensagem ]



Amor Platônico...

Navegando pela internet, descobri que “Platônico” vem de Platão, pois o filósofo acreditava na existência de dois mundos, onde tudo seria perfeito e eterno e o mundo real, imperfeito. Eu sou especialista em amores platônicos. Sentimento não correspondido é comigo mesmo. Eu arranjo amores platônicos em tudo quanto é canto. No semáforo, em dia de sol quente ou na fila do supermercado.

Com uns 13 anos, descobri um vizinho lindo, bem mais velho e sabia que ia trabalhar logo após o almoço. Era de praxe ficar todos os dias na janela, apenas para ver seu carro passar. Atire a primeira pedra quem nunca caiu de amores por alguém inatingível.

O amor platônico acontece o tempo todo e a qualquer momento. O mais legal é que ainda assim sua vida continuará caminhando na mais perfeita ordem. Não sei se o medo de descobrir imperfeições está envolvido ou se o comodismo de sonhar fala mais alto. É tudo muito simples, e por ser assim, acredito que tenha me especializado nessa arte.

 

Imaturidade emocional? Frustrações de uma relação concreta? Fuga da realidade? Que nada! Corra o risco e saia por aí se apaixonando perdidamente por pessoas que nem sabem que você existe...



Injetado por Take Care! às 15h27
[ ] [ envie esta mensagem ]



So, let's go!

Apesar da minha cara de mau, eu não sou uma pessoa ruim. Sou uma pessoa honesta, com a personalidade forte e com meu ponto de vista muito bem definido. Eu trato bem, quando sou amiga, sou de amiga de verdade. Mas aquela velha história, não pise no meu calo. Eu não recomendo conhecer a força do meu desprezo, mas se pisar é isso que acontece. Quando quero ser ruim, sou pior que tudo. É algo que peço sempre a Deus, para não deixar isso acontecer.

 

Eu afasto (pra evitar confusão) e quando não dá, com certeza, vai ouvir coisas que vão doer o resto da vida. Não tenho medo de dizer a verdade. Não sei ser falsa, não sei ser simpática com pessoas que querem me provocar de alguma forma.

 

Nesses últimos dias, aprendi a me controlar e muito – tudo para afastar confusão – mas parece que tudo que é ruim me persegue. ‘Olha, a Ana ta muito quieta, vamos lá provoca-la’, é mais ou menos assim. Na maioria das vezes, minha consciência está bem tranqüila. E isso dá uma sensação de alivio, saber que não tenho culpa das confusões causadas por fatores ou pessoas.

 

Aprendi que não devo me iludir com as boas intenções. Algumas pessoas gostam de manter os pés tocando o chão. Eu prefiro as brasas ou o gelo. Eu prefiro a verdade, logo de cara.



Injetado por Take Care! às 15h52
[ ] [ envie esta mensagem ]



Não tive tempo de postar esse final de semana, foi tudo corrido. Na sexta-feira levei minha tia para fazer uns serviços de rua e fomos ao shopping andar à toa. No sábado fui ao chá de bebe da minha prima Francis, ela está grávida de oito meses! Logo logo mais uma menininha linda e gordinha pra apertar! No domingo, dia dos pais, almoço com a família e a noite igreja. Dei um amassador de latinhas de presente para meu pai. Já colocou na parede e estreou amassando as cervejinhas que bebeu ontem! Preciso dizer que ele amou?

 

Alguém sabe dizer por que não consigo atualizar meu blog pelo firefox? Não aparece a barra de configurações! Muito chato isso, já que meu explorer só dá erro.

 

To muito chateada com meu celular, é um Motorola V3, comprei há três anos atrás. Ele não reconhece o cabo USB, por isso não consigo passar as fotos para o computador e pra carregar, é uma guerra. Tem que ficar achando a posição ideal, senão ele não reconhece o carregador também. Um saco. Alguém recomenda um celular legal e barato?

 

No mais, é isso, sem novidades. Postzinho mais chato.



Injetado por Take Care! às 14h44
[ ] [ envie esta mensagem ]



[ ver mensagens anteriores ]
 
Take Care




Ana Flávia. Jornalista. Não sou uma pessoa interessante, muito menos apaixonante. Sou grossa e às vezes estúpida. Ao contrário do que possa parecer, eu não sou ranzinza. Sou alegre. Gosto de ser exclusiva. Um pouco possessiva. Sou meio Bridget Jones. Pouquíssimas pessoas me entendem. Muitos amigos. Alguns desafetos. Faço amizade com certa facilidade. Me decepciono muito fácil com as pessoas. Adoro escrever. Adoro maquiagem. Tenho dez cachorros (Pit, Nina, Colin, Lola, Fofão, Mini, Pipito, Filhote, Deise e Rick). Amo os meus e todos os cães do mundo. Morro de medo de perder as pessoas que amo. Adoro ler. Leio bula de remédio, rótulo de qualquer coisa. Gosto de dormir e não gosto que desrespeitem meu sono. Eu gosto de dirigir com chuva. Geralmente amo muito mais do que devo. Vou de um extremo a outro com muita facilidade. Não gosto do orgulho das pessoas e muito menos do meu. Tenho TPM. Não gosto de gatos, nem de pombas. Odeio que me cutuquem. Adoro ar condicionado e ventilador. Cerveja com limão e sal. Adoro falar bobagens. Sou muito inconstante. Espero as coisas virem a mim. Muito raramente sou determinada. Eu falo alto. Amo fotografia. Adoro fazer aniversário. Detesto, com todas as minhas forças, andar a pé. Tenho muita alergia. Pouquíssimas pessoas me surpreendem. Às vezes sou influenciável. Preciso que as pessoas tenham paciência comigo. Tenho uma imaginação pra lá de fértil. Não gosto de decepcionar as pessoas. Uma lata de leite condensado me faz muito feliz.




Meu humor



Histórico
07/03/2010 a 13/03/2010
27/12/2009 a 02/01/2010
25/10/2009 a 31/10/2009
13/09/2009 a 19/09/2009
23/08/2009 a 29/08/2009
16/08/2009 a 22/08/2009
09/08/2009 a 15/08/2009
02/08/2009 a 08/08/2009
04/01/2009 a 10/01/2009
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
24/08/2008 a 30/08/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
25/11/2007 a 01/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
03/06/2007 a 09/06/2007
20/05/2007 a 26/05/2007
29/04/2007 a 05/05/2007
22/04/2007 a 28/04/2007
25/03/2007 a 31/03/2007
04/03/2007 a 10/03/2007
04/02/2007 a 10/02/2007
28/01/2007 a 03/02/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
14/01/2007 a 20/01/2007
07/01/2007 a 13/01/2007
31/12/2006 a 06/01/2007
24/12/2006 a 30/12/2006
17/12/2006 a 23/12/2006
10/12/2006 a 16/12/2006
03/12/2006 a 09/12/2006




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Museu das Bonecas
 Impossible
 Fina Flor
 O Livro dos Dias
 Pedro Freire
 Ouça Bem
 Tito Blog
 Landinho
 Elane Rebello
 quem matou a tangerina?