Onsultorio Ooontoloico...

 

 

Minha dentista é uma pessoa sem noção. Sentada, com a boca aberta, super tensa com aquele barulhinho agradável e ela:

 

- Eai Flavinha, tudo bem?

- uuudo...

- Já formou?

- aaao...

- E ta estudando o que?

- oornalismo...

- Ah, tem que gostar de ler e escrever bastante, né!

 - ah ram.. euu ooosto...

- E já decidiu em que área vai trabalhar?

- oodução ultural, aaacho...

- Nossa, que legal! Menina, você viu o acidente no metrô de SP?

- ram ram, otora ônia... ai demorar ai?

- Eu sei que você ta cansada!

- ããããooo.. ai demorar ai?

 

Trrrimmm.. toca o telefone! Ela joga para mim, pois está sem secretária. A secretária e ajudante está trabalhando na ótica do marido dela, pois o mesmo está viajando.

 

- Correee.. atende “Consultório Odontológico”

- onsultorio oontoloico...

 

E ta! Desligam na minha cara! Devem ter pensado que a dentista era super boa, já que nem a secretária atende ao telefone direito! Eu já ri tanto dessa história... Como pode? Só louco na minha vida... ai ai.



Injetado por Take Care! às 11h30
[ ] [ envie esta mensagem ]



Pois paz sem voz, não é paz é medo...

 

Quinta-feira passada, logo após assistir o culto da igreja, meu primo, como de costume, foi levar Dona Darcy, uma senhora da igreja, que não anda direito, até em casa. Quando foi ajudá-la a entrar no carro, foram abordados por quatro homens armados, que os mandaram sair. Com muita dificuldade, ela foi saindo devagar, devido ao seu problema na perna, e sabe o que fizeram? Bateram e a jogaram no chão. Ela disse que se não tivesse encolhido a perna, com certeza, teriam passado com o carro por cima. Sim, levaram o carro dele.

 

Na mesma hora, ele a socorreu e ligou para o meu pai, para que fosse buscá-la – ela não se feriu gravemente, graças a Deus - e depois fossem fazer um B.O (Boletim de Ocorrência), na delegacia metropolitana da cidade. Enquanto estavam lá, tocou o telefone aqui de casa e eu fui correndo atender... Era um Coronel, de uma outra delegacia, dizendo que haviam recuperado o carro e que meu primo fosse logo, para reconhecer os ‘vagabundos’. Liguei em seguida para o meu pai e foram correndo para lá.

 

Meu primo fez o reconhecimento, recuperou o carro - sem o som e sem a carteira dele, claro. Vocês sabiam que ele precisou pagar uma bela taxa para poder tirar o carro? E nem foi nada para a polícia, foi para o Detran... Taxa de guincho (o carro nem foi guinchado), de não sei o que lá e não sei que mais. Não, não passaram a perna nele, ele é advogado, conhece a lei. Agora, respondam, que lei é essa? Além do trauma de ser assaltado, você ainda precisa pagar para retirar seu carro? Ah, os assaltantes, todos menores de idade, não foram presos.

 

Se for pra roubar, roubem de uma maneira melhor. Idéia? Comecem a cobrar R$ 1,00 por cada B.O feito nas delegacias do Brasil e o país ficará milionário. Já repararam no tanto de roubos e furtos que são registrados diariamente?

 

Estou indignada com tanta maldade. Tanta agressão, tanta crueldade, parece que ninguém liga. Li uma vez que "Violência é o estado mais deplorável a que o ser humano se submete" e não tenho dúvidas que é verdade. O desrespeito, a falta de educação, a ganância... O combate a essa loucura infernal deveria ser uma obrigação de todos os seres humanos.



Injetado por Take Care! às 19h39
[ ] [ envie esta mensagem ]



[ ver mensagens anteriores ]
 
Take Care




Ana Flávia. Jornalista. Não sou uma pessoa interessante, muito menos apaixonante. Sou grossa e às vezes estúpida. Ao contrário do que possa parecer, eu não sou ranzinza. Sou alegre. Gosto de ser exclusiva. Um pouco possessiva. Sou meio Bridget Jones. Pouquíssimas pessoas me entendem. Muitos amigos. Alguns desafetos. Faço amizade com certa facilidade. Me decepciono muito fácil com as pessoas. Adoro escrever. Adoro maquiagem. Tenho dez cachorros (Pit, Nina, Colin, Lola, Fofão, Mini, Pipito, Filhote, Deise e Rick). Amo os meus e todos os cães do mundo. Morro de medo de perder as pessoas que amo. Adoro ler. Leio bula de remédio, rótulo de qualquer coisa. Gosto de dormir e não gosto que desrespeitem meu sono. Eu gosto de dirigir com chuva. Geralmente amo muito mais do que devo. Vou de um extremo a outro com muita facilidade. Não gosto do orgulho das pessoas e muito menos do meu. Tenho TPM. Não gosto de gatos, nem de pombas. Odeio que me cutuquem. Adoro ar condicionado e ventilador. Cerveja com limão e sal. Adoro falar bobagens. Sou muito inconstante. Espero as coisas virem a mim. Muito raramente sou determinada. Eu falo alto. Amo fotografia. Adoro fazer aniversário. Detesto, com todas as minhas forças, andar a pé. Tenho muita alergia. Pouquíssimas pessoas me surpreendem. Às vezes sou influenciável. Preciso que as pessoas tenham paciência comigo. Tenho uma imaginação pra lá de fértil. Não gosto de decepcionar as pessoas. Uma lata de leite condensado me faz muito feliz.




Meu humor



Histórico
07/03/2010 a 13/03/2010
27/12/2009 a 02/01/2010
25/10/2009 a 31/10/2009
13/09/2009 a 19/09/2009
23/08/2009 a 29/08/2009
16/08/2009 a 22/08/2009
09/08/2009 a 15/08/2009
02/08/2009 a 08/08/2009
04/01/2009 a 10/01/2009
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
24/08/2008 a 30/08/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
25/11/2007 a 01/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
03/06/2007 a 09/06/2007
20/05/2007 a 26/05/2007
29/04/2007 a 05/05/2007
22/04/2007 a 28/04/2007
25/03/2007 a 31/03/2007
04/03/2007 a 10/03/2007
04/02/2007 a 10/02/2007
28/01/2007 a 03/02/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
14/01/2007 a 20/01/2007
07/01/2007 a 13/01/2007
31/12/2006 a 06/01/2007
24/12/2006 a 30/12/2006
17/12/2006 a 23/12/2006
10/12/2006 a 16/12/2006
03/12/2006 a 09/12/2006




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Museu das Bonecas
 Impossible
 Fina Flor
 O Livro dos Dias
 Pedro Freire
 Ouça Bem
 Tito Blog
 Landinho
 Elane Rebello
 quem matou a tangerina?