Mania? Cada um com a sua, certo?

 

 

 Eu estalo os dedos compulsivamente. É irritante.

 Essa é engraçada: Uma vez meu irmão disse que a possibilidade da primeira bolacha do pacote vir envenenada é enorme. Eu, criança e boba, fiquei com isso na cabeça. Quando abro um pacote de bolacha, começo pela segunda. A primeira vai sempre pro lixo.

 Não me perguntem o por que, mas tenho mania de lavar as mãos todas as horas, de escovar os dentes milhares de vezes e no mínimo: quatro banhos por dia.

 Eu mexo, meio sacudindo, numa espécie de samba sem noção, meus pés quando estou na frente do computador, com as pernas cruzadas, quando estou deitada, vendo televisão, lendo...

 Essas são básicas: mexer nos cabelos e morder a boca.

 Gosto de números pares. Volume do som, se eu como um pedaço de queijo ou qualquer outra coisa, preciso de outro, para formar um par. Se eu tranco a porta do meu quarto, duas voltas, sempre. Se eu faço uma pesquisa no google, vou até a página dois. Se quero mais, vou até a quatro. Nunca paro na página seis. Vou pelo menos, até a oito ou dez.

 Tenho mania de orar antes de dormir. Se eu não oro, não pego no sono. Incrível, eu oro e apago. Será psicológico? Ah, também, toda noite: quatro travesseiros e dois edredons. Sem esquecer o perfume e as viagens, antes de dormir. Planejo o dia seguinte, simulo conversas que gostaria de ter com algumas pessoas, monto textos mentalmente, imagino situações, etc, etc, etc...

 Eu gosto de escrever trechos de músicas e meu nome em tudo quanto é papel que encontro.

 Tranco meu quarto e meu banheiro, mesmo sozinha em casa.

 Eu não durmo se não ir fazer xixi, pelo menos, duas vezes. E ainda assim, acordo umas três vezes durante a noite.

 Eu molho as mãos, antes de entrar no chuveiro.

 Adoro me meter onde não sou chamada e depois, vejo-me enfiada em encrencas que não tenho nada a ver.

 Todas as vezes que escovo os dentes, preciso beber água gelada.

 Não sei explicar, mas quando deito, tenho mania de apertar minha coluna contra a cama, para relaxar.

 Eu também tenho mania de pegar a mania dos outros. Por favor, não me conte a sua mania, que eu cismo.

 

Por enquanto é isso, quando lembrar de mais algumas, escrevo.



Injetado por Take Care! às 22h10
[ ] [ envie esta mensagem ]



Faltou luz, mas era dia.

 

É, no mínimo, estranho, pois tenho tanto para falar, mas as palavras estão faltando. Dias surpreendentes, que quero escrevê-los com mais tempo e mais criatividade. Na verdade, ando com vontade de fugir, pra qualquer lugar, apenas para não estar aqui, nem olhar para tudo que acaba comigo. O meu olhar melancólico, o seu olhar perdido, essa insegurança que me atormenta. Estou numa ressaca pessoal, pós-aniversário, pós-natal, pós-inferno-astral, sabe? Conclusão? Realmente, as lembranças não me bastam. Solução? Que pergunta difícil! A única certeza é de não querer me contentar com pouco.



Injetado por Take Care! às 12h12
[ ] [ envie esta mensagem ]



[ ver mensagens anteriores ]
 
Take Care




Ana Flávia. Jornalista. Não sou uma pessoa interessante, muito menos apaixonante. Sou grossa e às vezes estúpida. Ao contrário do que possa parecer, eu não sou ranzinza. Sou alegre. Gosto de ser exclusiva. Um pouco possessiva. Sou meio Bridget Jones. Pouquíssimas pessoas me entendem. Muitos amigos. Alguns desafetos. Faço amizade com certa facilidade. Me decepciono muito fácil com as pessoas. Adoro escrever. Adoro maquiagem. Tenho dez cachorros (Pit, Nina, Colin, Lola, Fofão, Mini, Pipito, Filhote, Deise e Rick). Amo os meus e todos os cães do mundo. Morro de medo de perder as pessoas que amo. Adoro ler. Leio bula de remédio, rótulo de qualquer coisa. Gosto de dormir e não gosto que desrespeitem meu sono. Eu gosto de dirigir com chuva. Geralmente amo muito mais do que devo. Vou de um extremo a outro com muita facilidade. Não gosto do orgulho das pessoas e muito menos do meu. Tenho TPM. Não gosto de gatos, nem de pombas. Odeio que me cutuquem. Adoro ar condicionado e ventilador. Cerveja com limão e sal. Adoro falar bobagens. Sou muito inconstante. Espero as coisas virem a mim. Muito raramente sou determinada. Eu falo alto. Amo fotografia. Adoro fazer aniversário. Detesto, com todas as minhas forças, andar a pé. Tenho muita alergia. Pouquíssimas pessoas me surpreendem. Às vezes sou influenciável. Preciso que as pessoas tenham paciência comigo. Tenho uma imaginação pra lá de fértil. Não gosto de decepcionar as pessoas. Uma lata de leite condensado me faz muito feliz.




Meu humor



Histórico
07/03/2010 a 13/03/2010
27/12/2009 a 02/01/2010
25/10/2009 a 31/10/2009
13/09/2009 a 19/09/2009
23/08/2009 a 29/08/2009
16/08/2009 a 22/08/2009
09/08/2009 a 15/08/2009
02/08/2009 a 08/08/2009
04/01/2009 a 10/01/2009
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
24/08/2008 a 30/08/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
25/11/2007 a 01/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
03/06/2007 a 09/06/2007
20/05/2007 a 26/05/2007
29/04/2007 a 05/05/2007
22/04/2007 a 28/04/2007
25/03/2007 a 31/03/2007
04/03/2007 a 10/03/2007
04/02/2007 a 10/02/2007
28/01/2007 a 03/02/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
14/01/2007 a 20/01/2007
07/01/2007 a 13/01/2007
31/12/2006 a 06/01/2007
24/12/2006 a 30/12/2006
17/12/2006 a 23/12/2006
10/12/2006 a 16/12/2006
03/12/2006 a 09/12/2006




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Museu das Bonecas
 Impossible
 Fina Flor
 O Livro dos Dias
 Pedro Freire
 Ouça Bem
 Tito Blog
 Landinho
 Elane Rebello
 quem matou a tangerina?